quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

Felicidades!

Queridos leitores do blog da SOS Alergia!

Obrigada por me acompanharem, mesmo com meus escritos esporádicos (risos) e obrigada por fazerem parte da minha vida. Cada comentário, cada email ou mesmo telefonema que recebo fazem-me ter certeza de que fiz a melhor escolha para minha vida. Amo trabalhar com alérgicos e peço a Deus criatividade para sempre criar algo novo que possa trazer alegria a vida de meus clientes.

Quero desejar um Feliz Natal e que 2011 seja um ano repleto de grandes realizações!

Que Deus abençoe muito a vida de cada um de vocês.

Abraços recheados de muito carinho...

Sandra Matunoshita

sábado, 18 de dezembro de 2010

SOS Alergia cria Promoções Relâmpagos

A partir de dezembro de 2010, a SOS Alergia decidiu criar Promoções Relâmpagos para seus clientes virtuais.
Neste mês de dezembro, dos dias 18 ao 20, os consumidores do leite de soja Suprasoy Sem Lactose poderão usufruir das primeiras promoções.
Foram disponibilizadas somente 10 caixas de Suprasoy Sem Lactose, contendo 12 latas cada. A caixa de R$ 198,00 sai por R$ 178,80, ou seja, cada lata sai por R$ 14,90.
As latas vendidas individualmente também estão em promoção. De R$ 17,50 por R$ 15,90.
Lembrando que é uma promoção relâmpago que estará disponibilizada no site até o dia 20/12/2010. No caso das caixas com 12 unidades, após a venda das 10 caixas disponibilizadas, o site retornará ao valor normal.
Não percam, em breve serão lançadas outras Promoções Relâmpagos.
Abraços,
Sandra Matunoshita
www.sosalergia.com.br

quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Alergia a picada de insetos

Hoje, quando eu e meu marido pegamos as crianças no colégio, levei um enorme susto. Minha filhinha de três anos abriu a janela e começou a gritar em meio aos prantos.
No começo achei que ela só estava querendo chamar nossa atenção, mas percebi em seu choro que ela estava de fato sentindo muita dor.
Quando olhei pra ela, tinha uma abelha picando seu pescoço. Tirei rapidamente a abelha e a danada tinha picado três vezes minha filhinha!
Eu entrei em pânico com medo dela ter alguma reação alérgica, mas, graças a Deus, ela não teve nenhuma complicação.
Porém, isso me lembrou de uma cliente que atendi tempos atrás.
Conversei com uma piscóloga muito simpática e bonita que me contou uma história assustadora.
Num determinado dia, quando ela estava indo de carro a uma cidade vizinha para fazer atendimentos, entrou uma abelha pela janela do carro e a picou. Ela percebeu que não estava bem e se dirigiu ao hospital. Quando chegou no hospital, o médico literalmente abandonou o outro paciente para atendê-la, pois ela estava visivelmente mal. Quando ele foi socorrê-la percebeu que ela estava tendo uma parada cardíaca. Tudo por causa de uma picada de abelha!
Recebo diariamente muitas pessoas com alergia respiratória e alimentar, mas raramente aparecem pessoas com alergia a picada de insetos, ainda mais num grau tão elevado.
Ela me solicitou informações sobre uma injeção de adrenalina chamada "Epipen", mas ainda não consegui fazer pesquisas a respeito. Sei que é importada e só é vendida com receita médica, mas há muito tempo não ouço falar nela.
Caso alguém tenha informações que possam compartilhar com os alérgicos a picadas, ficarei muito agradecida.

Para que saibam, algumas das manifestações mais comuns da alergia a picada de insetos são:
  • Reação anafilática;
  • Urticária e angioedema;
  • Tonteira;
  • Queda de pressão;
  • Falta de ar e chieira no peito;
  • Rouquidão e sensação de aperto na garganta;
  • Perda da consciência;
  • Manifestações cutâneas.
Algumas medidas preventivas citas pelo Dr. Lian Pontes de Carvalho, membro da ASBAI-RJ, são:
  •  Usar tela nas portas e janelas.
  • Evitar locais onde é mais frequente a presença de insetos “picadores” como campos, árvores, jardins, porões, beiras de telhados, proximidades de lixeiras etc.
  • Não andar descalço fora de casa.
  • Não usar perfumes, desodorantes, loções, talcos ou óleos perfumados.
  • Não usar roupas de cores vivas e brilhantes. As cores branca, verde e azul atraem menos insetos.
  • Usar camisas, calças compridas e repelentes tópicos quando no campo ou em outro local com risco de picada.
  • Mandar, periodicamente, alguém procurar, e destruir focos ou colméias próximas da casa ou local de trabalho.
  • Não deixar restos de comida ou lixo descoberto (atrai formigas e vespas).

Dr. Carvalho cita também algumas medidas gerais que devem ser adotadas, principalmente por aqueles que possuem reações mais severas:
  • Carregar sempre um estojo com medicamentos de urgência, para casos de picadas. Este Kit deve conter, principalmente, adrenalina (ou epinefrina) injetável (solução a 1:1.000), seringas descartáveis de 1ml tipo tuberculina, com agulha 13/3,8 e algodão com álcool para assepsia.
  • A adrenalina (ou epinefrina) pode ser encontrada sob a forma de uma seringa auto aplicável.
  • Como e quando utilizar a adrenalina deve ser orientado previamente pelo médico.

Logo, caso seja alérgico, tome o máximo de cuidado, principalmente quando for realizar passeios no campo e na praia.
Abraços a todos,
Sandra Matunoshita
www.sosalergia.com.br

Visita na SOLMAX

Talvez alguns de vocês não saibam, mas há pouco mais de um ano, eu decidi me aventurar cursando uma nova faculdade. Vejo esta oportunidade como um presente que Deus me deu para que eu possa presentear meus clientes com produtos diferenciados que atendam suas necessidades como alérgicos.
Eu curso Tecnologia de Alimentos na FATEC de Marília e todos dias reconheço que não teria dinheiro para pagar por tudo o que tenho aprendido. Cada dia, cada aula (seja teórica ou prática) e cada novo aprendizado fazem-me vibrar de alegria.
Outra atividade interessante que fazemos são as visitas técnicas quando podemos observar a vivência real das indústrias alimentícias.
No dia 27/08/2010, fomos para Americana, uma cidade próxima de Campinas, visitar a NEW MAX, empresa que produz os leites de soja SOLMAX.
Fomos muito bem recebidos pela responsável do Marketing, pela responsável do Controle de Qualidade e pelo responsável pelo setor de Produção. Pudemos conhecer toda a fábrica de aditivos para frigorífico, a fábrica de corante de urucum (fantástica!!) e o setor de produção dos leites e shakes de soja SOLMAX.
Ficamos todos encantados com o controle de qualidade da empresa (seguem o ISO e o APPCC), com a alegria que vimos no jeito de trabalhar de cada funcionário e no valor (e respeito) que a empresa dá para seus colaboradores e clientes.
Acredito que para todos os participantes da viagem, todas as cansativas horas de viagem valeram a pena. É muito bom conhecer uma empresa que realmente se preocupa com todos os detalhes, desde a escolha da matéria prima até a colocação dos produtos no mercado.
Bom, para aqueles que ainda não provaram os shakes e os leites de soja da Solmax, fica aqui um desafio: experimentem! O que eu posso garantir é que tudo é feito com muita qualidade!
Abraços a todos,
Sandra Matunoshita
www.sosalergia.com.br

sábado, 14 de agosto de 2010

Suprasoy Sem Lactose

Outro dia eu falei sobre o leite de soja em pó Solmax. Várias pessoas provaram os sabores chocolate e morango aqui na loja SOS Alergia de Maríia e gostaram muito.
Contudo, gostaria de falar sobre outra marca de leite de soja que agrada muito o meu paladar e eu posso ser sincera aqui no blog porque não recebo nada de ninguém para falar bem ou mal de algum produto... risos...
Eu já provei diversas marcas de leite de soja, tanto na forma líquida quanto em pó. Tenho facilidade em apreciar sabores diferentes porque sou descendente de japoneses e em nossa culinária usamos diversos ingredientes diferenciados, como: a própria soja, pasta de soja (missô), algas, gengibre, peixes e seus análogos, óleo de gergelim, diversos legumes ... Porém, também consigo perceber pequenas diferenças entre os alimentos (por exemplo, costumo acertar a diferença entre o leite condensado Moça e o Parmalat ou entre a maionese Hellmans  e as de outras marcas pelo cheiro e sabor). O mesmo ocorre com os leites de soja em pó sem lactose. Eu já experimentei diversos e na minha opinião, o Suprasoy Sem Lactose Natural é o mais saboroso!
Em minha casa, todos tomam o Solmax chocolate e o Suprasoy Sem Lactose (meu filho gosta do sabor banana e minha filha do natural). Eu também aprecio muito o Soymilke Ômega (diet, formulado para adultos).
Para obter maiores informações sobre o Suprasoy Sem Lactose, você pode acessar o site http://www.suprasoy.com.br. Lá também você terá acesso a diversas receitas sem lactose e a loja virtual.
É possível adquirir os leites de soja da marca Suprasoy também nos maiores supermercados e no site da SOS Alergia: www.sosalergia.com.br/loja
Cuidado apenas para não se confundir e comprar o Suprasoy Integral porque ele possui leite de vaca em sua formulação.
Caro leitor, busque uma vida mais saudável! Faça exercícios regularmente, beba muita água, alimente-se de forma balanceada e não se esqueça de ingerir fibras, pois elas são muito importantes no auxílio do bom funcionamento do nosso intestino. Se você não tem alergia a soja, coma alimentos contendo soja e consuma bebidas à base de soja! É cientificamente comprovado que a soja traz muitos benefícios à saúde!
Um grande abraço a todos.
Sandra Matunoshita

terça-feira, 27 de julho de 2010

Você sofre com rinite, sinusite e ronco??? Conheça o Lota...

Você já ouviu falar de um produto chamado Lota? Se você sofre com rinite, sinusite, resfriados alérgicos, alergias respiratórias (de um modo geral), ronco, apnéia e efeitos da poluição do ar e do ar condicionado, você irá amar conhecê-lo.
Este é mais um produto que eu demorei para  introduzir na SOS Alergia de Marília Novamente, fui altamente influenciada pelos meus "preconceitos".
A loja de Piracicaba trabalha há anos com o Lota e eu nunca dei importância para o aparelho. Na verdade, eu achava o uso dele muito "nojento" (risos). 
Um dia, quando estava em meio a uma crise de rinite, decidi testar o Lota e fiquei assustada ou melhor maravilhada com o resultado! Usando apenas água morna e sal de cozinha, fiquei com meu nariz completamente descongestionado. Depois disso, decidi introduzir o Lota na SOS Alergia de Marília e é um dos produtos que não pode faltar em nossa prateleira, pois vemos os resultados positivos na vida de nossos clientes.
O Lota é um aparelho feito de cerâmica esmaltada e refratária destinado à higienização nasal, devidamente registrado no Instituto Nacional de Propriedade Industrial – INPI nº 821779362. Ele é usado há muito tempo na Índia e sua prática é chamada de Neti-kryia, onde "Neti" significa "guiar" e "Kryia" significa "limpeza".
Segundo Luis Figueiredo, proprietário do Lota, "esta técnica milenar é absolutamente segura, sem efeitos colaterais, e qualquer pessoa, acima de oito anos de idade que já tenha coordenação motora e entendimento consegue fazer com certa facilidade."

Você pode encontrar o Lota nas versões:
- Pequeno: somente na cor branca, com capacidade de 250 ml e bicos mais estreitos, mais indicado para mulheres, crianças acima de 8 anos e adolescentes;
- Grande: nas cores branca, amarelo claro e verde claro, com capacidade de 350 ml e bicos mais largos, indicado principalmente para homens nas cores: branca, marrom, amarela


 Como usar:
  1. Aqueça 500ml de água filtrada ou mineral até ficar levemente morna;
  2. Adicione uma colher de chá rasa de sal de cozinha;
  3. A água morna tem função vasodilatadora e o sal (cloreto de sódio), dissociando-se em cloro e sódio, age como bactericida e anti-séptico. O sal ajuda, ainda, a proteger o revestimento da mucosa nasal, bem como manter sua hidratação, tornando-a mais resistente aos agentes alergênicos como fungos e ácaros. A água sem o sal irrita a mucosa, causando ardência e ressecamento. Para sinusites, é opcional usar duas gotas de extrato de própolis, e, para rinites alérgicas, duas gotas de limão.
  4. Coloque a água com sal no LOTA até encher;
  5. Introduza o bico do aparelho numa das narinas de modo que se encaixe perfeitamente, incline a cabeça para frente e para o lado deixando a boca entreaberta e respire pela boca devagar;
  6. Vá inclinando o LOTA para que a água entre pela narina e espere que ela saia do outro lado;
  7. Use todo o conteúdo de um lado e assoe o nariz devagar;
  8. Repita o procedimento para o outro lado;
  9. Em seguida, assoe o nariz vigorosamente várias vezes sem tampar nenhum dos lados.

Como evitar os erros mais comuns:
  1. Se você estiver na pia do banheiro não olhe no espelho. Olhe para seu cotovelo que deve estar elevado.
  2. Não incline demais a cabeça para o lado, a água pode escorrer para a garganta, não tem problema nenhum, mas não é adequado.
  3. Não abra demais a boca para respirar, relaxe deixe apenas entre aberta.
  4. Assoe as narinas sem tampar nenhuma delas, lembre-se a água se infiltra pelos capilares e tampar as narinas pode ocasionar uma pressão no tímpano.
 Para saber um pouco mais sobre o Lota, basta acessar este vídeo: http://www.youtube.com/watch?v=tY6ovXuG_GA

Fica aqui mais uma dica!
Abraços,
Sandra Matunoshita

sábado, 24 de julho de 2010

Bebidas especiais: arroz, aveia, kamut, quinua e outras.

Geralmente, quando a criança que recebe fórmulas especiais como o Neocate, Alfaré e Pregomin faz dois anos, a ajuda por parte do governo é encerrada. Na maior parte dos casos, os órgãos governamentais simplesmente param de fornecer as fórmulas com a alegação de que as crianças nesta fase não precisam mais tomar leite.
Esta alegação, na realidade, não está totalmente errada, afinal a única espécie mamífera que continua tomando leite (e de outra espécie) quando adulto é o ser humano.
O cálcio contido no leite pode ser adquirido em outras fontes alimentícias como o brócolis, a couve manteiga, o quiabo, o feijão branco, o gergelim, a alga, ...
É preciso criar bons hábitos alimentares desde que a criança ainda é um bebezinho. As crianças alérgicas, em especial, devem se alimentar muito bem com alimentos contendo carboidratos (e fibras), gordura, proteínas, vitaminas e sais minerais. A alimentação precisa ser bem balanceada. Elas precisam aprender a apreciar os alimentos, seus aromas, sabores, texturas e cores. No final deste artigo, você poderá observar a Nova Pirâmide Alimentar Brasileira.
Contudo, apesar do leite não ser mais "essencial" para a "maioria" das crianças (vale lembrar que algumas crianças com múltipla alergia alimentar só aceitam as fórmulas especiais como fonte alimentar), as mamadeiras de leite, principalmente de manhã e de noite, exercem o poder de acalmar as crianças, conferindo a sensação de segurança e de se sentir amado. Podemos  afirmar que o leite para as crianças acima de 2 anos (e por que não para nós adultos também?) tem mais função psicológica do que essencialmente nutricional.
Então, como amenizar o sofrimento das crianças com múltipla alergia alimentar, aquelas que não podem consumir nem mesmo a soja?
Uma das soluções que encontramos aqui na SOS Alergia foi introduzir em nosso mix de produtos as bebidas especiais, importadas da Itália.
As bebidas de arroz com cálcio (cuidado, pois existe o "leite" de arroz sem cálcio) são as que melhor atendem a todos os públicos de alérgicos . O cálcio é obtido através de algas. Porém, vale lembrar que todas as bebidas especiais não são enriquecidas com vitaminas e sais minerais. É preciso buscar esses nutrientes em outras fontes.
Com respeito as bebidas de arroz, existe a opção dela com cacau, inclusive em caixinhas de 200 ml (aquelas com canudinho). Também existem as bebidas de arroz de 750 ml nas opções: arroz, quinua e cacau, e arroz e coco.
Outra opção é a bebida de aveia. Ela não possui cálcio e contem glúten, mas tem tido uma ótima aceitação por parte das crianças que possuem problemas intestinas (prisão de ventre). Também existe a versão de 200 ml. A versão de 1 litro não contém cálcio e a de 200 ml possui.
Existem outras versões de bebidas, mas deve-se escolher a que melhor atenderá a sua necessidade, pois existem bebidas, por exemplo, que contém amendoas e algumas pessoas são alérgicas.
Todas as bebidas são orgânicas e possuem sabor e odor bem mais agradáveis que as fórmulas elementares e semi-elementares.  Contudo, para aqueles que possuem condições financeiras para adquirir as fórmulas, elas são mais aconselháveis, pois são muito mais nutritivas. Mas, atualmente, quem tem condições de gastar R$ 180,00 ou R$ 480,00 numa lata de leite?
Eu sou mãe e sei que além do leite, gastamos com fraldas, alimentos em geral, medicamentos, creches e escolinhas, ... sem falar no aluguel, na conta de luz, de água e etc.
Ser mãe e pai é algo de grande responsabilidade!
Precisamos ser muito sábios para prepararmos nossos filhos para serem bons homens e mulheres, pessoas que cooperarão para tornar nossa sociedade melhor.
Um ponto importante nessa caminhada é a alimentação. Ela é fonte de energia para que nossos filhos possam se desenvolver melhor intelectual e fisicamente.
Fica aqui meu grande abraço...
Sandra Matunoshita

quinta-feira, 22 de julho de 2010

Leite condensado de soja Soymilke

Eu ainda me lembro muito bem de quando a Olvebra lançou o leite condensado de soja. A idéia era simplesmente fantástica! Eu mesma fiquei super empolgada! Contudo, o leite condensado era horrível. Tinha o sabor muito forte da soja e ele se dividia em fases (acho que a essência se separava e ficava na parte superior).
Aos longos dos anos, a Olvebra foi aprimorando seus produtos e hoje o leite condensado conseguiu alcançar as qualidades organolépticas  desejáveis (cor, sabor, textura e aroma). Alguns ainda estranham o sabor, mas temos que nos lembrar que é leite condensado de soja e não de leite de vaca (risos).
Se você estiver tendo dificuldade em encontrar o leite condensado de oja é porque neste mês de julho/2010 ocorreu um probleminha com alguns lotes. Houve estufalmenteo das latas e por isso, as mesmas foram retiradas do mercado. Provavelmente, tudo irá normalizar no início de agosto (assim espero!!).
Aqui na SOS Alergia usamos o leite condensado de soja em muitas de nossas guloseimas: recheio e cobertura de bolos, brigadeiros, beijinhos e outras receitas.
Apesar de sermos distribuidores e revendedores dos produtos da Olvebra, ficamos sem nenhuma latinha aqui na SOS Alergia (nenhuminha!!! sniff!!)! Consegui comprar duas caixas com outro distribuidor que possuia estoque antigo e é o que tem me salvado!!!
Espero que tudo se normalize o mais rápido possível!
E se você ainda não tentou usar o leite condensado de soja, faça algumas experiências gastronômicas!! Talvez você não acerte o ponto na primeira, mas não desista! Brigadeiros e beijinhos de soja ficam deliciosos e concedem as crianças alérgicas muitos motivos para sorrir!
Um grande abraço a todos,
Sandra Matunoshita

quarta-feira, 21 de julho de 2010

Quer saber mais sobre a alergia às proteínas do leite de vaca?

Outro dia recebi um recadinho da Priscila Diniz falando do site www.alergiaaoleitedevaca.com.br.
Eu ainda não o conhecia e fiz uma visita nele para ver se realmente era confiável.
Se você é alérgico a alguma das proteínas do leite de vaca, vale a pena conhecer este site.
Ele contém informações muito interessantes sobre a alergia ao leite e dá diversas dicas, inclusive de como obter as famosas fórmulas especiais como o Pregomin, Alfaré, Alergomed, Neocate e outros.
Caso você tenha dúvidas sobre a alergia ao leite de vaca, você pode tirá-las diretamente com a nutricionista Renata Pinotti que se dispôs a respondê-las em até 2 dias úteis.
No site encontra-se também disponível um livro de receitas especiais do Instituto Girassol . Basta baixar o livro que está em formato PDF, escolher as receitas (cuidado, pois algumas receitas contém leite, ovos e soja) e correr para a cozinha! E o mais interessante: cada receita foi testada e contém informações nutricionais detalhadas!
Para conhecer o site, basta acessar a seguinte página: www.alergiaaoleitedevaca.com.br
Fica aqui mais uma dica!
Abraços,
Sandra Matunoshita

sábado, 17 de julho de 2010

Chocolate granulado sem lactose

Em 1998, quando eu cursava Serviço Social fui convidada por uma professora muito querida a fazer estágio no RH de uma grande empresa alimentícia de Marília, a Dori. Pude aprender muito e com certeza, cresci como profissional e também como pessoa.
A Dori é uma empresa que trabalha com balas, pirulitos, confeitos e diversos outros produtos. Ao todo são mais de 200 itens em seu mix de produtos.
Pouco tempo depois que abrimos a SOS Alergia, eu entrei em contato com o departamento de controle de qualidade da Dori pedindo informações sobre os granulados. A responsável pelo laboratório enviou-me um laudo comprovando que os chocolates granulados da Dori não possuem leite de vaca e são produzidos em um maquinário específico, logo impossibilitando o risco de contaminações cruzadas.
Hoje, as embalagens informam que podem conter traços de amendoim porque a Dori lançou o granulado de amendoim. Contudo, esse granulado saiu de linha.
Vale ressaltar que as pessoas alérgicas as soja não podem consumir, ok?
Então... para as mamães e vovós que adoram alegrar a vida de seus filhos alérgicos, aproveitem para enfeitar seus docinhos e bolos com o granulado da Dori. É o que utilizamos aqui na SOS Alergia em nossos brigadeiros e bolos confeitados.
Mais uma dica pra vocês!
Abraços,
Sandra Matunoshita


Informações extras:


Ingredientes: açúcar, gordura vegetal hidrogenada, cacau em pó, amido de milho, estabilizante lecitina de soja e mono e diglicerídeos de ácidos graxos, sal, antiumectante talco, conservante sorbato de potássio e aromatizante. Não contém glúten.

Informação Nutricional
Porção de 25 g (2 1/2 colheres de sopa)
Quantidade por porção
% VD (*)
Valor calórico
117 kcal = 491 kj
8%
Carboidratos
19 g
11%
Proteínas
0 g
8,5%
Gorduras Totais
4,6 g, das quais:
8%
Gorduras saturadas
1,5 g
7
Gorduras Trans 1,6 g -
Fibra alimentar 0 g 0
Sódio
0 mg
0
(*) Valores Diários com base em uma dieta de 2.500 kcal ou 8400 kj. Seus valores diários podem ser maiores ou menores dependendo de suas necessidades energéticas.

sexta-feira, 16 de julho de 2010

Lançamento: Leites de soja em pó Solmax

Hoje quero falar sobre uma empresa chamada New Max. Estou muito feliz porque ela ouviu e considerou minha observação.
No ano passado, recebemos a visita da Ligia e da Kazumi que na época trabalhavam com o marketing. Elas vieram apresentar os leites de soja em pó Solmax Eu e os integrantes da SOS Alergia experimentamos todos os sabores de Solmax. O natural e o morango foram aprovados (o sabor morango lembra um pouco o famoso "Quick" da Nestlé). Contudo, quando provamos o leite de chocolate, não pudemos esconder nossa decepção. Era horrível!!! Eca!!! risos...
Elas retornaram a empresa e comunicaram nosso comentário a área responsável.
Para a minha alegria, na semana passada, recebi a visita da Ligia e do Marcelo (supervisor) e eles nos fizeram experimentar o Solmax sabor Chocolate. Ele foi reformulado e ficou simplesmente delicioso! Foi aprovado por todos que trabalham aqui na SOS Alergia! (Dica: Bata no liquidificador e se puder, tome gelado).
Segundo a Ligia, na reformulação do Solmax Chocolate foi utilizada uma essência que lembra o famoso "Toddy".
Outra coisa que me fez acreditar na Solmax é o fato de possuirem no quadro de funcionários muitos estagiários e profissionais de Engenharia de Alimentos da UNICAMP.
Quanto ao Solmax... vale a pena experimentar!
Fica aqui mais uma dica.
Abraços,
Sandra Matunoshita
www.sosalergia.com.br




quinta-feira, 15 de julho de 2010

Alfarroba, você sabe o que é?

Minha relação com a empresa Carob House é interessante. 
Quando começaram a surgir os primeiros alérgicos a cacau, lembro-me que fiquei muito preocupada porque imaginava que não existia nada que pudesse atendê-los, principalmente na Páscoa porque "normalmente" os ovos de páscoa são feitos de cacau e leite de vaca.
Para minha alegria, ao realizar algumas pesquisas na internet, encontrei a Carob House, uma empresa que fabrica "chocolates" sem cacau e sem leite de vaca.
Entrei em contato com eles e recebi amostras para degustação. Lembro-me como se fosse hoje de quase ter surtado! Eu achei horrível!
Decidi não colocar os produtos na SOS Alergia porque eu me recuso a vender algo que eu não comeria.
Um ano depois, novos clientes entraram em contato preocupados com a Páscoa de seus filhos alérgicos a leite e a cacau. 
Decidi ligar na Carob House e fui atendida pela proprietária, uma pessoa maravilhosa por quem tenho um carinho enorme. Ela, então, com muita paciência, explicou-me que eu não deveria comer os bombons de alfarroba imaginando que estava comendo um bombom de chocolate ao leite de vaca. A aparência e a textura são muito semelhantes ao chocolate, mas o sabor e o aroma são diferentes porque no lugar do cacau é utilizado a alfarroba.
Ao comer novamente os bombons de alfarroba, sem meus f"amosos preconceitos", minha percepção sobre a alfarroba mudou. Por incrível que pareça, passei a ser uma das principais consumidoras dos bombons. Eu os acho deliciosos!
Nenhuma criança ou mesmo adulto deve ficar sem bombons ou ovos de páscoa por causa da alergia ao leite e ao cacau. Hoje, os produtos à base de alfarroba são ótimas opções!
Mais uma dica para vocês!
Abraços,
Sandra Matunoshita
www.sosalergia.com.br



Informações extra:

Segundo a Carob House, "a alfarroba é uma vagem comestível, semelhante ao feijão, de cor marrom escuro e sabor adocicado, que mede em torno de 10 a 20 cm de comprimento e demora em torno de um ano para amadurecer." 

Para substituir o cacau é utilizado o pó da alfarroba, "derivado da polpa da vagem que é torrada e moída. Esse pó, contudo, possui expressiva diferença em relação ao cacau no conteúdo de açúcar e de gordura. Enquanto o cacau possui até 23% de gordura e 5% de açúcar, a alfarroba possui 0,7% de gordura e um alto teor de açúcares naturais (sucrose, glucose e frutose), em torno de 38 a 45%."

Quanto aos valores nutricionais, a Carob House acrescenta as seguintes informações:

A alfarroba é um alimento saudável e de elevado valor nutritivo. Contém vitamina B1 tanto quanto o aspargo ou morango, a mesma quantidade de niacina do feijão fava, lentilha e ervilha, e mais vitamina A do que a beringela, o aspargo e a beterraba. Possui ainda alto teor de vitamina B2, cálcio, magnésio e ferro, bem como um correto balanceamento de potássio e sódio.

A alfarroba não possui qualquer agente alergênico ou estimulante tais como a cafeína e teobromina presentes no cacau. Mesmo embora ela apresente um alto teor de açúcares a alfarroba possui um baixo conteúdo calórico devido à quantidade quase imperceptível de lipídeos e alta quantidade de fibras naturais. O efeito benéfico dessas fibras naturais na flora intestinal se dá pela proteção da membrana mucosa do intestino, bem como na redução significativa da incidência de diarréias indefinidas, desordens nutricionais e incidência de úlceras.

Estudos recentes mostraram que a alfarroba não contribui com nenhum tipo de glúten na ingestão de dieta e que possui propriedades antioxidantes. Reduz efetivamente a assimilação da ingestão diária do excesso de colesterol. Seu poder hipocolesterol é o dobro de outras fibras 

Maionese Vegetal Sem Ovos

Geralmente, sou eu quem escolho os produtos que serão colocados na SOS Alergia. É uma tarefa de grande responsabilidade porque trabalhamos com pessoas alérgicas. Primeiramente, preciso saber se o produto não contém nada que fará mal aos meus clientes e depois, preciso saber se é realmente saboroso e nutritivo.
Um produto que demorei para trabalhar foi o creme vegetal da Superbom. Eu o chamo de maionese vegetal de soja sem ovos.
Eu, com meus preconceitos enraizados, na primeira vez em que olhei para o produto, "achei" que devia ser "horrível" (e olha que a embalagem dele é muito bonita!). Decidi não colocar na SOS Alergia.
Porém, tenho muitos clientes alérgicos ao ovo. A pouco mais de um ano decidi experimentar e para minha surpresa, ela era deliciosa! Não dava nem para acreditar que não era feita de ovos! Além de deliciosa era levíssima!
Como os nossos preconceitos nos atrapalham, não é mesmo (risos)?
A maionese vegetal da Superbom é 100% vegetal, não contém nenhuma gordura animal nem ovos, leite ou derivados. Por ser vegetal, não contém colesterol e possui menos da metade das calorias de uma maionese comum.
Vale a pena experimentar!
Fica aqui a dica.
Abraços,
Sandra Matunoshita
www.sosalergia.com.br

Informações extra: 

Ingredientes: óleo vegetal, amido modificado, vinagre, extrato de soja, açúcar, sal, ácido lático, condimentos naturais, óleo essencial de mostarda e sobarto de potássio. NÃO CONTÉM GLÚTEN.
Peso líquido: 250 g

sexta-feira, 11 de junho de 2010

Corrente do bem

Puxa, estou novamente em dívida com vocês. Eu tenho trabalhado e estudado tanto que não tenho conseguido escrever nada (e olha que eu adoro escrever!!!).
Hoje, não pude deixar de vir aqui porque estou muito feliz!
Há alguns meses recebi a doação de várias latas de Neocate e sai distribuindo para diversas mamães (claro que pedindo muita sabedoria a Deus... risos).
Faz uns dois meses, uma outra mamãe chamada Fernanda (muito querida) que é minha cliente aqui na SOS Alergia pediu que eu aceitasse a doação de 14 latas de Alfaré.
Não costumo aceitar as fórmulas especiais por causa da SOS Alergia, para que as pessoas não façam confusão entre a loja SOS Alergia e eu (Sandra). A SOS Alergia de Marília comercializa alimentos para pessoas alérgicas ou intolerantes, mas não vende fórmulas especiais semi-elementares e elementares, e somos totalmente contra a venda clandestina dessas fórmulas. Eu prefiro colocar uma mãe em contato com outra (até porque elas podem se tornar grandes amigas... risos).
Pois bem, vamos ao assunto "Corrente do Bem".
Quando recebi a doação dos Alfarés, eu divulguei a notícia e várias mães entraram em contato comigo. Enviei latas para várias regiões do Brasil.
Uma das mamães era lá do Rio de Janeiro, a Amanda. Como o caso do filhinho dela era grave, eu acabei enviando 3 latas de Alfaré.
Alguns dias depois, ela me escreveu dizendo que seu filho não tolerou o Alfaré e que iria encontrar alguém para doar os leites.
No dia seguinte, uma cliente minha aqui de Marília chamada Rita apareceu desesperada precisando do Alfarre ou do Pregomin. Ela está aguardando seu processo ser aprovado para receber o Pregomin do governo, mas sua filha aceita muito bem o Alfaré. Dei o telefone da Amanda pra Rita e a Amanda doou os Alfarres.
A Rita, por sua vez, tinha quatro latas de Nan Soy e não sabia para quem doar. Conversando com a Fernanda (que doou os Alfarés), descobri que seu filho estava tomando este leite. Coloquei as duas em contato e a Fernanda recebeu a doação dos Nan Soy.
A Amanda deixou um recado no meu orkut dizendo que ia enviar os leites para a Rita e que estava precisando de Neocate. Uma mamãe chamada Patrícia, lá de Duque de Caxias (RJ), para quem eu tinha enviado o Neocate, viu o recado da Amanda. Com isso, a Amanda recebeu duas latas de Neocate da Patrícia.
A Rita me ligou hoje e chamou isso de "Corrente do Bem".
Realmente, se todos nós aprendermos a ajudar o nosso próximo conseguiremos juntos tornar nossa sociedade melhor.
Se você não tem nada de valor financeiro para doar, doe um abraço, uma palavra de afirmação, seu tempo. Tudo isso não tem preço, mas pode até mesmo salvar uma pessoa.
Vamos dedicar mais tempo com nossos conjuges, filhos, pais, vizinhos, amigos e até mesmo com aquelas pessoas a quem não apreciamos tanto. Vamos visitar abrigos, orfanatos e asilos... e simplesmente demonstrar amor.
O amor é a essência da vida e com amor podemos contruir uma enorme "Corrente do Bem". Topa participar?

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2010

Bolo de cenoura sem lactose, ovo e soja

Esta receita foi enviada pela mamãe Sacha que ficou em terceiro lugar no 1 Concurso de Receitas SOS Alergia.

A receita é muito fácil de fazer e caso você tenha alergia a soja, basta colocar meia xícara de leite de arroz e retirar da receita o leite de soja em pó. Eu utilizei também gordura de palma no lugar da margarina becel, mas é muito difícil de se encontrar.

Espero que também aprovem esta receita.

Beijos

Sandra Matunoshita


Bolo de Cenoura Sem Lactose e Ovos

Sacha Ariana Palmomares (Marí­lia - SP)

1 Concurso de Receitas SOS Alergia (3ª colocada)

Ingredientes:

- 2 xícaras de farinha de trigo

- 1 (1/4) xícaras de açúcar

- 1 xícara de cenouras picadinhas

- 1 colher de sopa de margarina sem leite (por exemplo, becel original)

- 2 colheres de sopa de leite de soja em pó (costumo usar o supra soy sem lactose)

- (1/2) xícara de leite de coco

- (1/2) xícara de óleo de milho

- (1/2) xícara de água

- 1 colher de sobremesa cheia de fermento químico em pó

Modo de preparo: Bata a cenoura, a água, o leite de coco e o óleo de milho no liquidificador. Adicione os demais ingredientes e misture. Coloque em uma forma untada e polvilhada com farinha. Leve ao forno médio, leva cerca de 35 a 40 minutos para assar.


Cobertura:

Ingredientes:

  • 8 colheres de sopa de açúcar
  • 2 colheres de sopa de chocolate em pó sem leite
  • 2 colheres de sopa de leite de soja
  • 1 colher de sopa de margarina sem leite
  • 1 colher de sopa de óleo de milho
  • (1/2) xícara de água
Levar ao fogo até obter uma calda grossa. Espalhe sobre o bolo logo em seguida.

Comentário da SOS Alergia:

O bolo foi escolhido em terceiro lugar pelos seguintes motivos:

1. Fácil de fazer (não precisa de batedeira)

2. Saboroso

3. Cheiro agradável

4. Textura: massa macia

5. Baixo custo (acessível a todos)

quarta-feira, 20 de janeiro de 2010

Loja SOS Alergia

Muitos de vocês devem ficar curiosos em conhecer a SOS Alergia.
Este vídeo apresenta um pouco da nossa loja antiga. Hoje, ela foi ampliada e possui dentro da própria loja uma cozinha onde é proibida a entrada de leite de vaca e ovos, além de seus derivados.
Também poderão conhecer um pouquinho mais de mim, uma japonezinha tagarela e apaixonada pelo que faz.
Quando eu fizer um novo vídeo da loja atual apresentarei para vocês!
Beijinhos,
Sandra Matunoshita


video

Bolo de fubá sem lactose e sem ovos

Olá para todos!
Quero compartilhar com vocês uma das receitas campeãs do nosso primeiro concurso de receitas SOS Alergia que foi realizado no ano passado (2009).
Essa receita foi desenvolvida pela mamãe Marina lá de Maringá-PR e é muito fácil de fazer. Detalhe: é deliciosa!
Espero que vocês também apreciem!
Abraços a todos,
Sandra Matunoshita

Bolo de Fubá Sem Lactose e Ovos

Marina Tamashito (Maringá - PR)

1 Concurso de Receitas SOS Alergia (2ª colocada)

Ingredientes:

- 01 copo de óleo

- 1 1/2 copos de açúcar

- 01 copo de farinha de trigo

- 01 copo de fubá

- 01 copo de leite de soja quente

- 01 colher bem cheia de pó Royal

Modo de preparo:

Peneirar e misturar os ingrediente secos numa vasilha.

No liquidificador, bata o óleo e vá acrescentando os ingredientes secos aos poucos e ao mesmo tempo o leite de soja quente até dar um ponto cremoso (mais líquido do que seco).

Untar uma assadeira redonda com furo (de pudim) com óleo e açúcar cristal e assar por aproximadamente 40 minutos em forno médio (210 graus) até dourar.

Aguarde esfriar para desenformar e está pronto.

Comentário da SOS Alergia:

O bolo foi escolhido em segundo lugar pelos seguintes motivos:

1. Fácil de fazer (não precisa de batedeira)

2. Saboroso

3. Cheiro agradável

4. Textura: massa macia

5. Baixíssimo custo (acessível a todos)

quinta-feira, 14 de janeiro de 2010

Filho de peixe peixinho é...

Feliz 2010 para todos!
Peço desculpas por não escrever constantemente. Eu amo ler e escrever, mas desde que casei e tive meus filhos, não tenho tido tanto tempo como gostaria. Acredito que muitos de vocês compreendem bem o que estou dizendo... risos.
Gostaria de compartilhar algo com vocês. Como muitos de vocês sabem, tenho alergia respiratória e de contato desde que nasci, porém, descobri somente adulta que também tinha alergia alimentar. Com essa descoberta, surgiu outra mais interessante: minha alergia alimentar potencializava as demais alergias.
Na época eu ainda não tinha a SOS Alergia; na verdade, nem imaginava que um dia teria. Fomos muito bem orientados por minha alergista quanto as medidas preventivas que eu deveria tomar. Como esperado, melhorei drásticamente, literalmente da água para o vinho.
Minha médica fez alguns comentários bem interessantes e gostaria de falar de um deles. Ela me disse que quando eu tivesse filhos, eu deveria tratá-los como alérgicos, não por causa da possibilidade hereditária deles serem alérgicos, mas porque eles, com certeza, seriam alérgicos. Fui orientada também a amamentá-los o máximo que eu pudesse.
Segui a risca sua orientação e amamentei (com muito prazer e alegria) meus dois filhos até 2 anos de idade. Eles sempre foram muito saudáveis, porém, como toda criança, eles estão crescendo e descobrindo coisas novas.
Graças a vovó e ao vovô, meus filhinhos descobriram o Danoninho e o queijo. Ficaram literalmente fascinados e eu apavorada.
A Ruthinha (Mimi), sempre que come um danoninho ou um pedacinho de queijo, fica com o bumbum assado e o Dandan começou a ficar com bolinhas por todo o corpo. Algumas dessas bolinhas viraram feridas e chegaram até a pensar que era micose. Porém, eu sei que são sintomas de alergia porque dei um antialérgico para ele e ele melhorou.
Agora, marcamos uma consulta com uma pediatra alergista fantástica aqui de Marília e no final de fevereiro iremos fazer as consultas para, em seguida, fazer os testes de alergia.
Só fico imaginando o que irá aparecer de novidade nos testes.
Bom, como muitos de vocês já passaram ou tem passado por isso, gostaria de compartilhar com vocês os resultados dos meus filhinhos.
Um beijo a todos e um abençoado 2010!
Sandra Matunoshita